A produtora Beco da Coruja realizou o projeto Concerto Negro, criado há 30 anos pelo cantor Martinho da Vila e o Maestro Leonardo Bruno. A ideia do projeto é unir música popular e erudita com referências da cultura afro-brasileira com um repertório que recebe tratamento orquestral. As apresentações aconteceram nos dias 24 e 25 de novembro de 2018.

O Concerto Negro uniu três expoentes da cultura brasileira em duas apresentações conjuntas: Martinho da Vila, que interpretou canções e comentou a atuação do negro na música erudita brasileira, a Orquestra Zumbi dos Palmares com a regência do Maestro Leonardo Bruno e o Coral da Família Alcântara de Minas Gerais, composto por 20 integrantes descendentes da matriarca Vó Mena, engajados na preservação da cultura quilombola.

“É um concerto meio didático, antes da execução, explico ao público sobre a relevância das obras e dos autores, como Padre José Maurício, que era negro e foi o primeiro compositor nacional erudito reconhecido.”, diz Martinho da Vila.

Desfile Beleza Negra
Integrando a programação do projeto, o Desfile Beleza Negra realizou no dia 24 de novembro, o maior evento de beleza e moda afro da capital. O desfile teve o objetivo de fortalecer a imagem do negro no mercado da moda e publicidade no Brasil. Promoveu a conscientização sobre os padrões sociais de beleza, moda e comportamento através da mobilização da igualdade racial nas passarelas e chamou a atenção da indústria da moda e beleza para conquistar a representatividade do negro.