Com o apoio do FAC (Fundo da Arte e da Cultura) da Secretaria de Estado da Cultura do DF, Ana Reis gravou seu primeiro CD, intitulado Quisera Eu, em abril de 2011, que foi marcado pela lotação esgotada do tradicional Clube do Choro de Brasília.

Sete das doze faixas são assinadas por Ana, em parceria com João Ferreira (arranjador e produtor do CD) e Clarisse Grova (cantora e amiga do Rio de Janeiro). Há composições de artistas da cidade como Sérgio Magalhães, Alberto Salgado, Atan Cardoso, Rafael Miranda (do grupo Jenipapo) e a surpresa do disco, que é a parceria inédita de Clodo Ferreira e Sérgio Magalhães, na faixa Guardião. O CD traz também Geraldo Pereira e Noel Rosa.

Entre os artistas convidados do CD estão Celsinho Silva e Paulo André Tavares. Ainda Cris Pereira, George Lacerda, Pablo Fagundes, Eduardo Belo, Thanise Silva, Adil Silva e Westonny Rodrigues. Os músicos que a acompanham no estúdio e no show são: João Ferreira no violão, Fernando César no violão de 7 cordas, Guto Martins e George Lacerda na percussão, Nelsinho Serra no cavaquinho e Vítor Angeleas no Bandolim. Como convidado, Felipe Pessoa no violão de 7 cordas.

Ana Reis começou a cantar em 2002, participando de coros da cidade, mas sua carreira como cantora só amadureceu em 2005. Desde então se apresenta nas importantes casas de Brasília como Feitiço Mineiro, Clube do Choro e teatros SESC. Foi convidada por vários projetos culturais, onde homenageou Paulinho da Viola, a Velha Guarda da Portela, Clara Nunes, Nara Leão e Clodo Ferreira. Participou de shows e gravações de Luciana Oliveira, Cris Pereira, Clodo Ferreira e Renata Jambeiro. Em 2010 teve a felicidade de ser convidada a abrir o show de João Bosco na sala Villa-Lobos do Teatro Nacional de Brasília Cláudio Santoro pelo importante projeto MPB Petrobras.

Confira o CD.

Acesse o soundcloud da cantora.