“Nonada” é o primeiro álbum da banda Judas. Com uma pegada roqueira, o disco traz letras nas quais Adalberto se prende à figura do pária, ou seja, do Judas.

“Tomando a Bíblia como parâmetro, a princípio, todo mundo, claro, admira e almeja Jesus, que personifica a utopia e o ideal de perfeição. Se tomarmos que tal ideal, na verdade inatingível, existe, seu radical oposto é, portanto, a falha, que, nas escrituras, é representado pela persona de Judas” — diz o compositor. — Dessa encruzilhada é que a banda parte, visando a expiação via catarse e buscando a identificação das pessoas com os momentos de dúvidas e de sofrimento. Esse caminho, aliás, não é nada inédito, não é a invenção da roda e, sim, o mote de diversos autores. Um exemplo óbvio, Shakespeare.

Formada em Brasília em 2009, a banda Judas traz o músico e compositor Adalberto Rabelo Filho no violão e vocais, Fábio Miranda na viola capira, Kadu Abecassis na guitarra, Hélio Miranda nos teclados e Augusto Coaracy na bateria.

Confira fotos da gravação do CD: